TT Ads

Virgínia Fonseca está internada desde o fim de semana após sentir fortes dores de cabeça. O Hospital Vila Nova, em São Paulo, divulgou o que causou o atual quadro clínico da influencer.
Internada desde o último domingo (15) com fortes dores de cabeça, os médicos que tratam do caso de Virgínia Fonseca revelaram o que levou ao quadro atual. Em nota, o hospital afirma que a influencer, que entra no 4º mês de gestação, sofre de uma cefaleia refratária à analgesia convencional.
“A paciente está no quarto, estável e consciente, recebendo medicações venosas para controle da dor. A avaliação obstétrica diária demonstra que a gestação transcorre normalmente, sem intercorrências, e o feto encontra-se com boa vitalidade”, destacou o Hospital Vila Nova, de São Paulo.

CEFALEIA REFRATÁRIA: ENTENDA PROBLEMA DE VIRGÍNIA FONSECA

A cefaleia refratária à analgesia convencional é uma enxaqueca, onde as dores de cabeça não cessam com os tratamentos e medicações tradicionais ou quando tais métodos vão perdendo a eficácia ao longo do tempo.

Segundo artigo publicado na Ordem dos Médicos, nestes casos, restam como alternativas as terapêuticas mais recentes ou emergentes. Ainda de acordo com o estudo, esta forma de cefaleia é a mais grave e impacta diretamente na qualidade de vida.

A expectativa é que Virgínia permaneça mais algum tempo em observação para que, finalmente, encontre-se o tratamento mais adequado para aliviar e/ou prevenir as fortes dores. Este processo pode levar mais tempo devido à gestação, o que a impede de tomar diversos tipos de medicamentos.

TT Ads

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.